Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/46797
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorGouveia, Maria João-
dc.contributor.authorFrontini, Roberta-
dc.contributor.authorCanavarro, Maria Cristina-
dc.contributor.authorMoreira, Helena-
dc.date.accessioned2018-01-25T12:59:17Z-
dc.date.available2018-01-25T12:59:17Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.issn2182-8407por
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/46797-
dc.description.abstractMuitos estudos têm mostrado que as crianças e adolescentes com obesidade apresentam pior qualidade de vida (QdV) e maior insatisfação com a imagem corporal, comparativamente a crianças e adolescentes de peso saudável. Contudo, até ao momento, não é conhecido o papel da imagem corporal no ajustamento psicossocial destes jovens, nem são bem compreendidas as especificidades desenvolvimentais e de género. Deste modo, o presente estudo pretende comparar a QdV e a insatisfação com a imagem corporal de rapazes e raparigas, crianças e adolescentes, com peso saudável e com obesidade. Adicionalmente, pretende analisar se a relação entre o peso e a QdV é mediada pela insatisfação com a imagem corporal e moderada pelo género das crianças e adolescentes. A amostra contém 155 crianças e adolescentes com peso saudável e 207 crianças e adolescentes com obesidade, entre os 8 e os 18 anos de idade. Os participantes preencheram o KIDSCREEN-10 e a Escala de Silhuetas de Collins. As crianças e adolescentes com obesidade apresentaram pior QdV e maior insatisfação com a imagem corporal, comparativamente a crianças e adolescentes de peso saudável. Adicionalmente, observou-se que as raparigas reportam pior QdV e estão mais insatisfeitas com o seu corpo do que os rapazes. Verificou-se também que a insatisfação com a imagem corporal mediou a relação entre o peso e a QdV, mas apenas no grupo de adolescentes. As crianças e adolescentes com obesidade tendem a apresentar pior QdV e a estarem mais insatisfeitas com a sua imagem corporal. A satisfação com a imagem corporal demonstrou ser um importante mecanismo explicativo da relação entre o peso e a QdV, tornando-se um alvo de intervenção relevante, especialmente em adolescentes. Importância deve ser dada à prevenção e intervenção psicológica precoce em equipas multidisciplinares capazes de detetar e intervir eficazmente nos problemas psicossociais das crianças e adolescentes com obesidade.por
dc.language.isoporpor
dc.relationBolsa de Doutoramento SFRH/BD/102722/2014por
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectInsatisfação com a imagem corporalpor
dc.subjectQualidade de vidapor
dc.subjectobesidade pediátricapor
dc.titleBODY IMAGE AND QUALITY OF LIFE IN PEDIATRIC OBESITYpor
dc.typearticle-
degois.publication.firstPage52por
degois.publication.lastPage59por
degois.publication.issue1por
degois.publication.titlePsicologia, Saúde & Doençaspor
dc.relation.publisherversionhttp://www.scielo.mec.pt/pdf/psd/v17n1/v17n1a08.pdfpor
dc.peerreviewedyespor
dc.identifier.doi10.15309/16psd170108por
degois.publication.volume17por
item.fulltextCom Texto completo-
item.languageiso639-1pt-
item.grantfulltextopen-
crisitem.author.researchunitCenter for Research in Neuropsychology and Cognitive Behavioral Intervention-
crisitem.author.researchunitCenter for Research in Neuropsychology and Cognitive Behavioral Intervention-
crisitem.author.orcid0000-0001-6661-2075-
crisitem.author.orcid0000-0002-5083-7322-
Appears in Collections:I&D CINEICC - Artigos em Revistas Nacionais
Show simple item record

Page view(s) 50

504
checked on Aug 3, 2020

Download(s)

94
checked on Aug 3, 2020

Google ScholarTM

Check

Altmetric

Altmetric


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.