DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorGomes, Sérgio-
dc.date.accessioned2017-12-21T09:53:01Z-
dc.date.available2017-12-21T09:53:01Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/45365-
dc.description.abstractNeste artigo discutimos o modo como os vestígios arqueológicos associados à Batalha de Aljubarrota, decorrentes das escavações de Afonso do Paço nos finais da década de 1950, foram geridos na estratégia de produção da memória do evento histórico. Tendo em conta as práticas discursivas salazaristas, tentaremos contribuir para compreender os modos pelos quais os vestígios arqueológicos foram secundarizados na criação do espaço-público de evocação da Batalha a favor de um ritual comemorativo iniciado nos anos 30.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherDCTP - FLUPpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectVestígios Arqueológicos da Batalha de Aljubarrotapor
dc.subjectPráticas discursivaspor
dc.subjectMemóriapor
dc.subjectSalazarismopor
dc.titleA gestão dos vestígios arqueológicos da Batalha de Aljubarrota nas práticas discursivas salazaristaspor
dc.typearticle-
degois.publication.firstPage69por
degois.publication.lastPage87por
degois.publication.titlePortvgaliapor
dc.relation.publisherversionhttp://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/14360.pdfpor
dc.peerreviewedyespor
degois.publication.volume37por
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
Appears in Collections:I&D CEAACP - Artigos em Revistas Nacionais
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
14360.pdf4.03 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.