Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/36549
Title: Avaliação nutricional do doente idoso
Authors: Martins, Sara Eduarda Marques 
Orientador: Veríssimo, Manuel Teixeira Marques
Keywords: Idoso; Nutrição; Geriatria
Issue Date: Apr-2016
Abstract: Ao longo das últimas décadas tem-se assistido ao crescimento da população idosa, que está associado à maior prevalência de doenças inerentes ao envelhecimento. A desnutrição é um problema frequente entre idosos, particularmente em meio hospitalar, onde pode atingir valores que variam entre os 23 e 60%, e, está associada a diminuição da qualidade de vida e aumento do tempo de internamento, da morbilidade e da mortalidade, bem como a aumento dos custos em cuidados de saúde. A etiologia deste desvio nutricional é multifatorial, podendo este ser devido a défice proteico-calórico ou deficiência de micronutrientes ou aos dois simultaneamente. A avaliação do estado nutricional é o primeiro passo para prevenir e corrigir a desnutrição no idoso, devendo ser efetuada no momento da admissão hospital e na monitorização da intervenção nutricional, sendo que para o efeito existem vários parâmetros e ferramentas. A escolha dos métodos de avaliação nutricional baseia-se no tipo de instituição, na população alvo e nos recursos económicos e humanos disponíveis, não existindo atualmente um protocolo padronizado único para diagnóstico/categorização da desnutrição no idoso hospitalizado. Na prática clínica é frequente recorrer-se à combinação de vários métodos, nomeadamente, anamnese clínica, exame físico, inquéritos alimentares, antropometria, parâmetros laboratoriais, e ferramentas de rastreio nutricional, cujas interpretações requerem a consideração das alterações que geralmente acompanham o processo de envelhecimento e da presença de fatores de confundimento associados à doença. Apesar do reconhecimento do impacto da desnutrição no prognóstico clínico e nos custos em cuidados de saúde, esta continua a ser frequentemente negligenciada pelos profissionais de saúde. Assim, torna-se essencial uma uniformização do protocolo de avaliação nutricional e uma maior sensibilização e formação das equipas de saúde, de forma a potenciar a deteção precoce e intervenção nutricional adequada de situações de risco nutricional, com consequente melhoria do prognóstico clínico e aumento da qualidade de vida do idoso.
Over the last decades it has been witnessed the growth of the elderly population, which is associated with greater prevalence of aging associated diseases. Undernutrition is a common problem among the elderly, particularly in hospitals, where its prevalence ranges from 23 and 60% and, it is associated with decreased life quality, prolonged hospital stay, increased morbidity and mortality and subsequent increase in the cost of health care. Undernutrition is a multifactorial health problem, which can be due to proteincalorie deficit or micronutrient deficiencies or both simultaneously. Nutritional assessment is the first step towards the prevention and correction of undernutrition in the elderly. Is should be done at the time of hospital admission and for monitoring of nutritional intervention, and for this purpose there are several parameters and tools. The choice of these methods is based on the type of institution, the target population and the economic and human resources available. Currently there is not a single standardized protocol for diagnosis /categorization of undernutrition in hospitalized elderly. In clinical practice, it is frequently applied the combination of clinical and dietary history, anthropometric parameters, laboratory measures, and nutritional screening tools, whose interpretations require consideration of changes that often accompany the aging process and the presence of confounding factors associated with the disease. Despite the recognition of its impact on the clinical outcome and costs in health care, undernutrition continues to be often neglected by health professionals. Thus, it is essential to standardize the nutritional assessment protocol and increased awareness and training of health teams. These measures will enhance the early detection of nutrition and promote an effective nutritional intervention, with consequent improvement of clinical prognosis and increase the quality of life of the elderly.
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina área cientifica de Geriatria, apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/36549
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
tese sara martins.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

1,380
checked on Nov 24, 2021

Download(s) 5

7,352
checked on Nov 24, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.