Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/31815
Title: Narrativas da perturbação do stress pós-traumático de mulheres de ex-combatentes da Guerra Colonial:um estudo inspirado na Grounded Theory
Authors: Fernandes, Isabel Luísa Fonseca Henriques 
Orientador: Ferro, Maria Jorge Santos Almeida Rama
Keywords: Stress pós-traumático; Guerra colonial portuguesa; Mulheres de ex-combatentes; Guerra Colonial; Transgeracionalidade; Grounded Theory
Issue Date: 2015
Serial title, monograph or event: Narrativas da perturbação do stress pós-traumático de mulheres de ex-combatentes da Guerra Colonial:um estudo inspirado na Grounded Theory
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Após o término da Guerra Colonial Portuguesa, os seus combatentes regressaram ao seio das suas famílias. As relações pessoais espelham-se num pano de fundo caraterizado por uma época politicamente moralista, marcada por valores tradicionais e pela guerra colonial. Este estudo analisa as teorias que refletem o impacto da Perturbação do Stress Pós-Traumático do ex-combatente na sua mulher ao longo dos anos de uma vida em comum. Atualmente, a partir de uma revisão literária sobre o tema, os estudos demonstram que o quadro clínico dos ex-combatentes e das suas mulheres é similiar, embora elas não tenham vivenciado diretamente o conflito. Traduz-se na reexperiência da situação (por pesadelos, pensamentos intrusivos, mal-estar psicológico), no evitamento (recusa em planear o futuro, amnésia), no embotamento (dificuldade em sentir emoções) e na hiperactivação fisiológica permanente (dificuldades em adormecer, falta de concentração, estado exagerado de alerta), de acordo com Oliveira (2009). Para a prossecução dos objetivos deste trabalho utilizámos uma metodologia qualitativa de inspiração na Grounded Theory (Strauss & Corbin, 1990). Os procedimentos que seguimos foram: 1. Elaboração cuidada do guião orientador das entrevistas; 2. Realização das entrevistas; 3. Transcrição das entrevistas; 4. Análise das entrevistas mediante duas modalidades: 1. Baseada na codificação dos registos transcritos; 2. Baseada na reflexão dos processos relacionais/comunicacionais nos quais investigador e sujeito se envolveram. Foram entrevistadas, duas vezes, as cinco mulheres que constituem a amostra. As entrevistas decorreram na instituição Hospital Militar Regional Nº 2, em Coimbra, e foram analisadas de acordo com a metodologia Grounded. Os resultados da nossa análise dividiram as 19 categorias encontradas em três grupos: categorias de Perturbação, categorias de Stress e categorias Emoções que ligam estes dois primeiros grupos. Estes três grupos ligam-se todos diretamente à Core Category (categoria principal): “Transgeracionalidade”. Concluiu-se, a partir daqui, que as mulheres constroem a teoria, percecionando a relação através da passividade, silêncio e subserviência na maioria dos comportamentos devido a uma perspetiva transgeracional. As questões culturais servem como modelos que exercem influência, segundo os autores Carter e McGoldrick (1995), ao elaborarem o argumento que a passagem pelas diversas etapas do ciclo de vida e a forma de lidar com as crises não vão depender apenas dos recursos da família nuclear, mas também dos legados familiares de outras gerações, ou seja, da forma como as gerações anteriores resolveram essas mesmas crises
By the end of the Portuguese Colonial War, the troops returned home to their families. Personal relations reflects on a background characterized by a politically moralist period, traditional values and the colonial war. This study analyzes the theory that reflects the impact of Posttraumatic Stress Disorder of the ex-veteran on his spouse during the years. Currently, from a literature review on the topic, studies show that the clinical picture of ex-combatants and their spouses are similiar, although they have not directly experienced the conflict. It's reflected in the reexperiencing of the situation (by nightmares, intrusive thoughts, psychological malaise), in avoidance (refusal to plan ahead, amnesia), the dullness (difficulty feeling emotions) and permanent physiological hyperactivation (difficulty falling asleep, poor concentration, excessive alertness) (Oliveira, 2009). To further the objectives of this study we used a qualitative methodology, specifically the Grounded Theory (Strauss & Corbin, 1990). The procedures are: 1. Creating the Interview Questionnaire Guide; 2. Conducting the questionnaire; 3. Transcription of the interviews; 4. Analysis of the interviews in two methods: 1. Based on the coding of transcribed records; 2. Based on the reflection of relational/communication processes in which researcher and subject is involved. The five women in our sample were interviewed twice. The interviews took place at the Regional Military Hospital No. 2 in Coimbra, and were analyzed according to the Grounded methodology. The results of our analysis have grouped the 19 categories found in three main groups: disorder categories, stress categories, and emotions categories connecting the first two groups. These three groups are directly connected to the Core Category "Transgenerationality". It was concluded from here that women build the theory, percieving the relationship through passivity, silence and servility in most behaviors due to a transgenerational perspective. The cultural issues serve as models that influence, according to the authors Carter and McGoldrick (1995), to develop the argument that the passage through the various stages of life and how to deal with the crisis will not depend only on nuclear family resources, but also the family legacy of other generations, that is, the way previous generations solved these same crises.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica (Psicopatologia e Psicoterapias Dinâmicas), apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/31815
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE MIP Isabel Luísa Fernandes.pdf735.25 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

856
checked on Aug 3, 2022

Download(s) 50

479
checked on Aug 3, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.