Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/31723
Title: Autodano na adolescência:o papel dos traços borderline de personalidade, dos medos da compaixão e do autocriticismo
Authors: Loureiro, Juliana Martins 
Orientador: Freitas, Paula Cristina Oliveira de Castilho
Keywords: Comportamento auto-lesivo; Personalidade borderline; Adolescente; Autodano; Traços borderline de personalidade; Medos da compaixão; Autocriticismo; Adolescência
Issue Date: 2015
Serial title, monograph or event: Autodano na adolescência:o papel dos traços borderline de personalidade, dos medos da compaixão e do autocriticismo
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O autodano é um problema complexo e clinicamente significativo entre os adolescentes. Neste sentido, a clarificação de variáveis psicológicas e emocionais que possam predizer ou manter o comportamento de autodano, nesta população, assume especial relevância. O presente estudo procurou explorar o contributo do autocriticismo, do medo da compaixão e dos traços de personalidade borderline para o autodano, em 279 adolescentes, do ensino básico e secundário, com idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos. Os resultados obtidos mostraram associações significativas entre o autodano e as variáveis em estudo. De referir que o comportamento de autodano, como esperado, mostrou-se correlacionado com o impulso, a ideação suicida e o afeto negativo, em ambos os géneros. Adicionalmente, os dados parecem sugerir que o autocriticismo no seu formato mais tóxico e patogénico, o eu detestado, prediz a ocorrência de comportamentos de autodano nos adolescentes. Mais ainda, o medo da autocompaixão, bem como a existência de traços de personalidade borderline, revelaram-se preditores significativos do autodano nas raparigas. Por sua vez, nos rapazes, os resultados mostraram que a presença de afeto negativo, bem como o medo de dar compaixão aos outros, contribuem significativamente para o autodano. Apesar das limitações inerentes ao desenho empírico, o presente estudo parece contribuir para o estado da arte, com implicações clínicas. O principal contributo centra-se na clarificação do papel dos traços de personalidade borderline, dos medos da compaixão e do autocritismo na fenomenologia do autodano, em adolescentes. A intervenção terapêutica no autodano deve focar-se no autocriticismo e no desenvolvimento de emoções afiliativas, ligadas ao sistema de vinculação e tranquilização, com um especial destaque para a autocompaixão.
Self-harm is a complex and clinically significant problem among adolescents. Accordingly, the clarification of emotional and psychological variables that may predict or maintain the self-harm behavior, in this population, is particularly important. The current study aim is to explore the contribution of self-criticism, fear of compassion and borderline personality features to self-harm in 279 middle- and high-school students, aged between 14 and 18 years old. The results showed significant associations between self-harm and the variables under study. It should be noted that self-harm behavior, as expected, proved to be correlated with the impulse, suicidal ideation and negative affect, in both genders. Additionally, the data seem to suggest that self-criticism in its more toxic and pathogenic form, hated self, predicts the occurrence of self-harm behaviors among adolescents. Moreover, fear of self-compassion, as well as the existence of borderline personality features were significant predictors of self-harm, among girls. In turn, in boys, the results showed that the presence of negative affect, as well as the fear of giving compassion to others, significantly contribute to the manifestation of selfharm behaviors. Despite the limitations inherent to the empirical design, this study appears to contribute to state of art, with clinical implications. The main contribution focuses on clarifying the role of self-criticism, fears of compassion and borderline personality features in the phenomenology of self-harm among adolescents. Therapeutic intervention of self-harm in adolescents should focus on self-criticism and the development of affiliative emotions linked to the attachment and soothing system, with a special emphasis on self-compassion.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica (Intervenções Cognitivo-Comportamentais em Perturbações Psicológicas e da Saúde), apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/31723
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Juliana Loureiro.pdf558.76 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

716
checked on Aug 10, 2022

Download(s) 50

351
checked on Aug 10, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.