Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/31624
Title: Avaliação da qualidade de vida nas pessoas idosas em contexto de cuidados de saúde primários : a problemática do utente diabético
Authors: Prazeres, José Filipe Chaves Pereira 
Orientador: Figueiredo, Daniela
Veríssimo, Manuel Teixeira
Keywords: Cuidados primários de saúde; Qualidade de vida; Diabetes mellitus; Idoso; Envelhecimento
Issue Date: 2012
Abstract: Objetivos: Descrever o perfil sociodemográfico/clínico e avaliar a qualidade de vida das pessoas diabéticas tipo 2 com 75 ou mais anos, seguidas numa Unidade de Saúde Familiar, e analisar as variáveis que com ela interferem. Metodologia: Estudo transversal, descritivo, com componente analítica. Os dados foram recolhidos no período compreendido entre dezembro de 2009 e março de 2010, utilizando-se as versões portuguesas do EASYcare e da Escala de Satisfação Com a Vida, e um questionário complementar. Resultados: A amostra incluiu 83 pessoas idosas diabéticas. A maioria são mulheres, com uma média etária de 80,9 anos (DP=4,3), viúvas ou casadas, com escolaridade baixa, que vivem acompanhadas em zona urbana, e com rendimentos baixos/médios. Clinicamente, a amostra apresenta bom controlo glicémico, cumpre medicação antidiabética oral, tem em média 11,2 anos de doença (DP=10,1), apresenta complicações da diabetes, excesso de peso, tensão arterial e ficha lipídica não controladas. De uma forma geral, os participantes apresentaram uma avaliação positiva para a qualidade de vida. Contudo, percecionam de pior forma as áreas referentes à vida em comunidade, saúde mental e bem-estar, e funcionamento mnésico. Das variáveis sociodemográficas é o género e a capacidade financeira que mais interferem com os domínios da qualidade de vida. As variáveis clínicas estudadas interferem muito modestamente com a qualidade de vida. A satisfação com a vida é influenciada negativamente pela baixa capacidade financeira, pela presença de complicações da diabetes, e pelo agravamento da qualidade de vida. Conclusões: No idoso diabético a qualidade de vida é um constructo multidimensional envolvendo outros fatores para além da saúde.
URI: http://hdl.handle.net/10316/31624
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Mestrado_Geriatria_Jose_Prazeres.pdf1.95 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

839
checked on Sep 22, 2020

Download(s) 20

607
checked on Sep 22, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.