Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30543
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorVeríssimo, Manuel Teixeira Marques-
dc.contributor.authorGomes, Rita Santos Leiria-
dc.date.accessioned2016-02-15T12:13:39Z-
dc.date.available2016-02-15T12:13:39Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/30543-
dc.descriptionTrabalho final de mestrado integrado em Medicina, apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.por
dc.description.abstractA população idosa tem vindo a crescer rapidamente nos últimos anos. Como o risco de queda aumenta com a idade, estima-se um aumento da incidência de quedas na população geriátrica. As quedas constituem uma das principais causas de lesão, hospitalização e morte nos idosos. Consequências psicológicas, como o medo de cair e a perda de confiança, levam a limitação funcional, com diminuição da interação social e risco de institucionalização precoce. Para além disso, contribuem com um gasto económico significativo. Por estas razões, as quedas nos idosos constituem um problema de saúde pública, que requer uma atuação preventiva. Como as quedas resultam de uma interação entre fatores de risco, os métodos preventivos compostos por vários componentes são os mais aceites. Destes, a intervenção multifatorial foi a que demonstrou maior eficácia na redução do risco de queda. Este método recorre a uma avaliação prévia, de forma a identificar os fatores de risco que o idoso apresenta. Existem diversos instrumentos de rastreio e avaliação do risco de queda. A escolha dos instrumentos deve basear-se na história do paciente, nos recursos disponíveis e no meio onde se encontra. Após identificar os fatores de risco, deve ser implementada uma estratégia preventiva dirigida aos fatores de risco encontrados. Os componentes preventivos que demonstraram maior evidência de eficácia foram os programas de exercício, a suplementação com vitamina D, a minimização da medicação, a correção de problemas visuais, o tratamento de patologias cardiovasculares e a intervenção ambiental. Este trabalho de revisão tem como objetivo apresentar uma revisão atualizada e crítica das publicações existentes sobre fatores de risco de queda no idoso, dos métodos de avaliação do risco e das estratégias preventivas.por
dc.description.abstractThe elderly population has been growing rapidly in recent years. As the risk of falling increases with age, it is estimated an increase in the incidence of falls in elderly population. The falls are a major cause of injury, hospitalization and death in the elderly. Psychological consequences, such as fear of falling and loss of confidence, lead to functional impairment, with decreased social interaction and risk of early admission in care facilities. Furthermore, falls contribute to a significant economic expenditure. For these reasons, falls in the elderly represent a public health problem that requires preventive action. Such as falls result from an interaction between risk factors, preventive methods composed of various components are the most accepted. Of these, multifactorial intervention demonstrated the highest efficacy in reducing the risk of falling. This method uses a previous assessment in order to identify risk factors that elderly presents. There are several instruments for screening and assessment of the risk of falling. The choice of instruments should be based on the patient's history, available resources and the environment. After identifying the risk factors, preventive strategy related to risk factors found should be implemented. Preventive categories that showed more evidence of efficacy were the exercise programs, supplementation with vitamin D, minimizing the medication, correction of vision problems, treatment of cardiovascular diseases and environmental intervention. This literature review aims to present a critical and updated review of existing publications about the fall risk factors in the elderly, risk assessment methods and preventive strategies.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectQuedapor
dc.subjectIdosopor
dc.subjectFatores de Riscopor
dc.subjectAvaliação do Riscopor
dc.subjectPrevenção de Quedaspor
dc.titleAvaliação do risco de queda no idoso e estratégias preventivaspor
dc.typemasterThesispor
dc.peerreviewedYespor
dc.identifier.tid201632020-
item.languageiso639-1pt-
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado
Show simple item record

Page view(s) 5

1,267
checked on Oct 20, 2020

Download(s) 10

1,314
checked on Oct 20, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.