Title: Estudo da Hipersensibilidade a AINEs e Teste de Ativação de Basófilos
Other Titles: NSAID Hypersensitivity and Basophyl Activation Test
Authors: Viana, Jorge 
Vale-Pereira, Sofia 
Loureiro, Carlos 
Mota-Pinto, Anabela 
Todo-Bom, Ana 
Keywords: AINEs;Hipersensibilidade
Issue Date: 2015
Abstract: Introdução: A alergia a anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) está frequentemente associada a reações de hipersensibilidade graves e de difícil diagnóstico. O teste de ativação de basófilos, com citometria de fluxo Flow2cast (BAT), surge como um teste in vitro promissor para identificação de reações de hipersensibilidade a estes fármacos mas com limitações. Caso Clínico: Jovem do sexo masculino, com urticária crónica desde a infância, apresentava episódios de agravamento da urticária com angioedema imediatamente após ingestão de AINEs. Último episódio ocorrera há mais de um ano após acetilsalicilato de lisina. Primeiro BAT diagnóstico com ácido acetilsalicílico (AAS) foi inconclusivo. Prova de provocação oral (PPO) com celecoxib negativa. PPO com AAS 700mg desencadeou anafilaxia às 3 horas, com hipoxémia e triptase sérica de 27.1μg/L. Repetição de BAT demonstrou expressivo aumento da ativação basal e após incubação com AAS. Discussão: Este caso enquadra-se na indicação atual do BAT na hipersensibilidade a AINEs: resultados negativos não evitam PPO a AINEs. Contudo a proximidade temporal da última reação ao BAT aparenta influenciar os resultados.
URI: http://hdl.handle.net/10316/29013
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Estudo da Hipersensibilidade a AINEs e Teste de Ativação de Basófilos(RSPDV15).pdf615.17 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.