Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/28966
Title: Geriatria e cuidados paliativos
Authors: Cibrão, Ana Rita Castro 
Orientador: Veríssimo, Manuel Teixeira Marques
Keywords: Geriatria; Cuidados paliativos
Issue Date: 2014
Abstract: A população mundial, particularmente a dos países desenvolvidos, está cada vez mais envelhecida. O aumento da esperança média de vida, da prevalência de doenças crónicas e progressivas e das transformações da rede familiar são factores que vão ganhando importância na organização dos sistemas de saúde e dos recursos dirigidos aos doentes crónicos, pelo que urge uma necessidade crescente da aplicação de cuidados paliativos. Os cuidados paliativos procuram a prevenção e intervenção no sofrimento, melhorando a qualidade de vida, de pessoas com doenças incuráveis e/ou graves e debilitantes, abrangendo ainda o componente psicológico e espiritual, e o auxílio à família. A falta de consideração pelas alterações epidemiológicas da doença, o desconhecimento dos direitos subjacentes à população geriátrica, a desvalorização da avaliação e tratamento dos sintomas do idoso, as barreiras existentes à implementação dos cuidados paliativos e as implicações financeiras para os doentes e sistemas de Saúde, são algumas das dificuldades que os doentes enfrentam no fim da vida. A presente revisão pretende compilar a mais recente informação científica sobre necessidade e importância de cuidados paliativos do idoso no final da vida. O método utilizado foi a pesquisa nas bases de dados da PubMed e Medline de literatura científica referente aos Cuidados Paliativos na população idosa, mas também publicações sobre generalidades de cuidados paliativos, organização de Sistemas de Saúde, avaliação e tratamento da dor, cuidados continuados integrados e alterações demográficas, excluindo documentos não escritos em português ou inglês e anteriores a 1990. Esta análise chega à conclusão que os cuidados paliativos não se limitam a prestar cuidados de fim de vida, uma vez que uma intervenção precoce no curso da doença proporciona uma melhoria na qualidade de vida e diminuição de tratamentos caros e agressivos. Também evidencia a importância do novo olhar sobre os cuidados paliativos; a urgência de adaptar os modelos de cuidados a outros doentes não-oncológicos, com base na necessidade em vez do diagnóstico ou 6 prognóstico; e os benefícios destes cuidados. Os cuidados paliativos em idosos devem ser instituídos como parte integrante de todos os serviços de saúde.
The world's population, particularly in developed countries, is increasingly ageing. The rise in life expectancy, the prevalence of chronic and progressive diseases and changes in the family network are factors that are gaining importance in the organization of health systems and chronic patient resources, emerging the need to apply palliative care. Palliative care act at prevention and intervention in suffering, improving the quality of life of people with incurable and/or serious and debilitating diseases. It also includes the psychological and spiritual component, and family assistance. The lack of consideration for diseases’ epidemiological changes, geriatric population’s rights, assessment and treatment of symptoms in older adults, the existing barriers to implementation of palliative care and financial implications for patients and health systems, are some of the difficulties that older patients face at the end of life. The present review aims to compile the latest scientific information on the need and importance of palliative care in older adults at the end of life. The used method was searching in PubMed and Medline’s databases for scientific literature about palliative care in the elderly, and also publications on general palliative care, health systems’ organization, assessment and treatment of pain, continued care and demographic changes. Documents not 7 written in Portuguese or English, or prior to 1990 were excluded. This analysis concludes that palliative care isn’t limited to provide end of life care, since early intervention in the disease course provides an important improvement in quality of life and reduction in aggressive and expensive treatments. It also shows the importance of a new way of looking at palliative care, the urgency of adapting care models to non-cancer patients, based on their need rather than diagnosis or prognosis, and the benefits of such care in older patients. Palliative care in the elderly should be established as an integral part of all health services.
Description: Dissertação de mestrado integrado em Medicina (Geriatria e Cuidados Paliativos), apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/28966
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
tese final rita.pdf626.15 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

1,179
checked on Oct 14, 2021

Download(s) 10

1,397
checked on Oct 14, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.