Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/28403
Title: VIH-SIDA na gravidez: qualidade de vida familiar e satisfação com a vida em contexto angolano
Authors: Conceição, Ester Jambela Matende Gamboa da 
Orientador: Major, Sofia de Oliveira
Keywords: VIH/SIDA, gravidez; Qualidade de vida familiar; Satisfação com a vida
Issue Date: 2014
Serial title, monograph or event: VIH-SIDA na gravidez: qualidade de vida familiar e satisfação com a vida em contexto angolano
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O VIH/SIDA representa um desafio a nível mundial, pelo número de pessoas infetadas que se tem vindo a registar nos últimos anos. O flagelo do VIH/SIDA tem afetado cada vez mais mulheres em idade reprodutiva. O presente estudo pretende estudar a qualidade de vida familiar e a satisfação com a vida em contexto angolano. A amostra deste estudo foi constituída por 100 grávidas, sendo 50 com e 50 sem VIH/SIDA. O protocolo de avaliação envolveu um Questionário Sociodemográfico, um Questionário Complementar de Recolha de Dados acerca da Grávida, o Qualidade de Vida (QOL), e a Escala de Satisfação com a Vida (SWLS). Os resultados dos estudos de consistência interna apontam para um alfa de Cronbach adequado tanto para os itens do QOL (.896) como para a SWLS (.787). As principais conclusões do estudo indicam a existência de diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos em diversas áreas da qualidade de vida familiar (e.g., Bem-Estar Financeiro, Casa, Relações Sociais, Família e Conjugalidade e Filhos), bem como na satisfação com a vida. Os resultados alcançados vão ao encontro da literatura, com as grávidas com VIH/SIDA a demonstrarem pior qualidade de vida familiar e uma menor satisfação com a vida. O presente estudo representa os primeiros passos para a realização de mais estudos relacionados com o VIH/SIDA na gravidez em Angola.
HIV/AIDS presents a global challenge, due to the number of people infected verifyed in the last years. The scourge of HIV/AIDS has been affecting more and more women in reproductive age. In the present study we intended to study the family quality of life and the satisfaction with life in Angolan context. The sample used for this study was composed by 100 pregnant women, from which 50 with and 50 without HIV/AIDS. The assessment protocol involved a Socio-Demographic Questionnaire, a Complementally Questionnaire to Collect Data Concerning the Pregnancy, the Quality of Life (QOL), and the Satisfaction with Life Scale (SWLS). The results of the internal consistency studies point for an adequate Cronbach’s alpha for the items of QOL (.896) as for SWLS (.787). The main conclusions of the study indicate for the existence of significant statistical differences among both groups in what it concerns to several areas of family quality of life (e.g., Financial Well-Being, Home, Social Relationships, Family and Children). In this sense, the results are in agreement with literature, with the pregnant women with HIV/AIDS showing worse family quality of life and satisfaction with life. The present studie represents the beginning for the accomplishment of more studies in pregnancy wit HIV/AIDS in Angolan context.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica (Sistémica, Saúde e Família), apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/28403
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE - Ester Conceição.pdf1.47 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

570
checked on Apr 1, 2020

Download(s)

149
checked on Apr 1, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.