Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/24724
Title: Controlo interno do património do Estado : o caso da Administração Central de Cabo Verde
Authors: Correia, Sónia Helena Monteiro 
Orientador: Jorge, Susana
Lopes, Ilídio Tomás
Keywords: Controlo interno; Controlo externo; Património do Estado
Issue Date: 23-Oct-2013
Publisher: FEUC
Citation: Correia, Sónia Helena Monteiro - Controlo interno do património do Estado : o caso da Administração Central de Cabo Verde. Coimbra, 2013.
Abstract: O presente trabalho assenta no estudo científico sobre o controlo interno do património do Estado em Cabo Verde. Este estudo consiste, por um lado, em conhecer e aferir as insuficiências no controlo interno dos bens patrimoniais e as suas causas e, por outro, apresentar ações a pôr em prática para melhoria, considerando o enquadramento teórico apresentado na primeira parte da revisão literária e normativa. Com este estudo pretende-se aprofundar o conhecimento da importância do controlo interno do património do Estado na Administração Pública. A metodologia utilizada, neste estudo científico, foi estudo de caso centrado na DGPCP, através da aplicação da entrevista semidirecta como a principal técnica de recolha dos dados e o questionário para efeito confirmatório, para além da consultar diversas fontes secundárias. Assim sendo, observou-se que, através da aplicação das entrevistas à DGPCP, foi possível identificar um conjunto de insuficiências que condicionam os componentes do controlo interno, compreendendo, nomeadamente, o ambiente de controlo e a cultura organizacional, os riscos de controlo interno, a informação e comunicação, a atividade de controlo, o sistema jurídico-administrativo e de recursos humanos e a monitoração e o seguimento. Essas insuficiências são as seguintes, a destacar:  Funcionários públicos com insuficientes valores de responsabilização;  Diretores de Serviços com limitados poderes de decisões;  Expropriação (que acarreta elevados custos com a indemnização, embargos das obras e outros riscos imprevistos);  Dificuldades no reconhecimento da titularidade do terreno;  Insuficiência na articulação existente entre a DGPCP e os sectores e viceversa;  Insuficiência na elaboração e no seguimento do planeamento, programação e posterior execução;  Dificuldade na elaboração dos cadastros e inventários dos bens do Estado;  Incipiente intervenção da IGF nas atividades de controlo dos bens patrimoniais; vi  Desatualização, incoerências, repetências, discordâncias e subjetividade registadas nos sistemas jurídicos;  Deficiente seguimento dos processos administrativos;  Insuficientes recursos humanos qualificados. Os entrevistados ressaltaram que os motivos que condicionam essas insuficiências são os seguintes: processos jurídicos mal instruídos; fragilidades das leis; desmotivação do pessoal técnico; elevada burocratização processual; realização frequente de atividades imprevistas e urgentes; desinformação, desresponsabilização e a falta de rigor na execução das tarefas; limitação orçamental; e a sobrecarga de trabalho. Ao analisar os resultados do estudo científico, concluiu-se que existe um insuficiente controlo interno do património do Estado na Administração Pública Cabo – Verdiana. O ambiente e a cultura organizacional da Administração Central de Cabo Verde, não facilita a concretização das atividades patrimoniais e o alcance dos resultados pretendidos, considerando o papel e a natureza intersectorial de controlo estratégico da Direção Geral do Património e Contratação Pública. Também não facilita a gestão dos riscos inerentes e o seu controlo, bem como uma boa comunicação entre sectores. Essas deficiências impedem que se atinjam os objetivos e resultados preconizados no quadro da Governação Pública, por isso os dirigentes públicos devem integrar-se junto da sua equipe de trabalho e munir-se das ferramentas necessárias para atingir os resultados planeados, considerandos os modelos de controlo interno da COSO. Sublinha-se que foram consideradas algumas experiências da Administração Pública Portuguesa que servirão de exemplo comparativo para realidade Cabo – Verdiana.
Description: Dissertação de mestrado em Gestão, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, sob a orientação de Susana Jorge, Ilídio Lopes.
URI: http://hdl.handle.net/10316/24724
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Sonia-Correia-Dissertação-MG-2013.pdf3.6 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 1

2,922
checked on Oct 19, 2021

Download(s) 20

1,393
checked on Oct 19, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.