Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/24446
Title: Turismo, Território e Desenvolvimento: Competitividade e Gestão Estratégica de Destinos
Authors: Moreira, Claudete 
Keywords: Turismo e lazer; Competitividade; Gestão estratégica; Desenvolvimento local; Desenvolvimento sub-regional; Desenvolvimento regional; Prospetiva territorial -- região Centro; Prospetiva territorial -- Baixo Mondego; Prospetiva territorial -- Coimbra
Issue Date: 2-Apr-2014
Citation: MOREIRA, Claudete Carla Oliveira - Turismo, território e desenvolvimento : competitividade e gestão estratégica de destinos. Coimbra : [s.n.], 2013. Tese de doutoramento. Disponível na Internet em: <http://hdl.handle.net/10316/24446>
Abstract: Esta tese pretende contribuir para tornar mais inteligível algo que é social, económica e politicamente relevante e intrinsecamente dinâmico e complexo: o turismo. Pelo facto de ser marcadamente territorial e multiescalar, entre o local e o global, o turismo tem no espaço geográfico um importante referencial e nos territórios locais, sub-regionais e regionais importantes áreas de atuação, de planeamento e de gestão, com contributos efetivos ao nível do ordenamento do território. O turismo é aqui valorizado como um sistema. É esta perspetiva de concetualização que motiva e estrutura a investigação. A opção recai, pois, por interpretar e por valorizar o sistema turístico, as componentes e os agentes do sistema, bem como as relações do sistema com a sua envolvente, convocando-se para a sua compreensão a teoria geral dos sistemas, a teoria da complexidade, a teoria do caos e a teoria dos rizomas. Neste contexto, valorizam-se diferentes arquiteturas teórico-interpretativas do sistema turístico propondo-se uma estrutura concetual própria. No âmbito do sistema turístico são analisadas as tendências que o sistema tem evidenciado nos últimos decénios, numa análise que tende, na sua dimensão quantitativa, a incidir sensivelmente na última década. Espacialmente analisam-se as tendências a diferentes escalas: à escala mundial, nacional, regional, sub-regional e local, sendo estas três últimas escalas que se valorizam e nas duas últimas que se ancora a investigação empírica. Neste sentido, esta tese centra-se numa sub-região do Centro Litoral de Portugal: o Baixo Mondego. Um território que tem na extensa linha de costa, no vale baixo do rio Mondego e no eixo urbano Coimbra – Montemor-o-Velho – Figueira da Foz importantes referências identitárias, a par de ter no seu património, natural e cultural, marcas de singularidade, de notoriedade e de autenticidade que atraem há largas décadas, ainda que com intermitências, turistas nacionais e internacionais. À escala da sub-região do Baixo Mondego valorizam-se, enquanto componentes do sistema turístico, a oferta e a procura, bem como os seus agentes. Para o estudo da procura turística foi aplicado, durante doze meses, um inquérito por questionário, tendo-se constituído uma amostra de 666 turistas. A aplicação deste instrumento de investigação fez-se com o propósito de traçar o perfil da procura turística; de conhecer as características da viagem e a importância que a sub-região do Baixo Mondego e os seus lugares enquanto destinos turísticos assumem no contexto desta; de identificar as motivações para viajar; de avaliar as perceções e as representações que os turistas têm do(s) destino(s) e a avaliação que fazem deste(s) e da oferta turística instalada sobrevalorizando-se as experiências vividas a par de se procurar descortinar a importância que as novas tecnologias de informação e de comunicação têm para a procura turística. Com base na estatística inferencial formulam-se e testam-se hipóteses recorrendo-se, para tal, aos testes de hipóteses, testes paramétricos (análises de correlação, análises de variância) e testes não paramétricos (qui-quadrado χ2). Para se aferir a fiabilidade e a consistência de algumas escalas de medida utilizadas faz-se uso do Alpha de Cronbach. Para além disto, recorre-se à regressão logística binária com o objetivo de modelizar traços da procura turística e identificar as variáveis que melhor predizem as experiências vividas no destino como melhores e muito melhores do que os turistas esperavam. Para o estudo da oferta turística foi constituído um painel de agentes e de grupos de interesse locais, sub-regionais e regionais tendo-se aplicado a técnica Delphi. Durante cerca de 8 meses 48 agentes e grupos de interesse interagiram, não presencialmente, para avaliar os recursos e os produtos turísticos existentes no território, para identificar os constrangimentos e os desafios que se colocam designadamente em termos de turismo e para realizar uma análise prospetiva das estratégias de competitividade. Procedeu-se, pois, a uma recolha de opiniões que se estruturou e consolidou no decorrer de três rondas. Em termos de contributo prático este estudo fornece às organizações (entidades, empresas e associações) um conhecimento da procura turística que se orienta para este território e uma exploração sistemática da opinião dos agentes e dos grupos de interesse locais, sub-regionais e regionais acerca dos recursos e dos produtos turísticos bem como das estratégias de valorização dos mesmos. Este estudo entende o território como espaço de ação coletiva pelo que faz uma avaliação da colaboração, das parcerias e das redes em turismo, refletindo criticamente sobre aquelas que devem ser as estratégias de reforço destas e de valorização e de promoção do(s) destino(s) turístico(s). Aponta estratégias para (re)qualificar a oferta turística e aumentar a procura. Ensaia também aquela que deve ser a direccionalidade das linhas de acção e as prioridades em termos de atuação a seguir pelos decisores no âmbito do território e do turismo, no médio e no longo prazo. Decisões e ações que devem consubstanciar a(s) estratégia(s) e que se revestem de extrema importância em termos do desenvolvimento do território, da afirmação do turismo e da competitividade do(s) destino(s). Esta investigação pretende, assim, contribuir para uma gestão que perspetive o turismo como um importante elemento da atividade económica, que procure uma visão holística e que privilegie uma análise sistémica das suas componentes. Este estudo postula que a eficiência do sistema turístico pressupõe uma gestão estratégica resiliente que contemple a sustentabilidade, a qualidade, a inovação e a competitividade. Sustenta, ainda, a necessidade de uma gestão mais participada, que valorize a cooperação e a colaboração entre os agentes e os grupos de interesse, que contemple a cenarização e que considere os futuríveis.
The purpose of this thesis is to render more intelligible something that is socially, economically and politically relevant, as well as being intrinsically dynamic and complex: tourism. Because it is strongly territorial and multiscale, ranging from local to global, tourism is an important reference in the geographic space and in local, regional, and regional territories, which are relevant areas of operation, planning and management, with substantial inputs in terms of the territory’s budget. Tourism is here viewed as a system. This is the conceptualization that has motivated and structured the research. The option thus involves interpreting and appraising the tourism system and its components and agents; it also looks at the system’s relationship with its surroundings, which is best understood through general systems theory, complexity theory, chaos theory and rhizome theory. In this context the different theoretical-interpretative configurations of the tourism system are appraised and a specific conceptual structure is proposed for it. The clear trends shown by the tourism system in recent decades are subjected to an analysis whose quantitative aspect focuses on the last ten years. The trends are analysed at different spatial scales: world, national, regional, sub-regional and local. The last three scales are assessed and the empirical work focused on the last two. More specifically, this thesis concentrates on a sub-region in Portugal’s central coastal area: the Baixo Mondego (Lower Mondego). A territory whose coastline, the lower valley of the River Mondego and the urban axis of Coimbra – Montemor-o-Velho – Figueira da Foz contain important identity references, and in their natural and cultural heritage, they encompass exceptional, high-profile and authentic features that have attracted both domestic and international tourists for many decades, though at times sporadically. In the Baixo Mondego sub-region, the supply and demand and the agents of the tourism system have been assessed. A questionnaire was used to survey tourism demand. It was applied over a period of twelve months to a sample of 666 tourists. This research tool was used to determine the profile of tourism demand, to find out the features of the trip and the importance of the Baixo Mondego sub-region and its localities as tourist destinations in the context of that trip. It was likewise used to learn the reasons for the trip, to appraise the perceptions and representations of the tourists with respect to their destination(s) and how they assessed it(them) and the amenities provided. Experiences, above all, were assessed and an attempt is made to discover how important the new information and communication technologies are to tourist demand. Hypotheses based on inferential statistics were formed and tested using parametric tests (correlation analyses, variance analyses) and non-parametric tests (chi-squared χ2). Cronbach’s alpha was used to test some of the measuring scales for reliability and consistency. In addition, binary logistic regression was used to model tourism demand profiles and identify the independent variables that best predict experiences better than expected and experiences much better than expected lived by tourists at destination. A panel of agents and local, sub-regional and regional interest groups was set up for the study of tourist areas, and the Delphi technique was applied. Forty-eight agents and interest groups interacted (not in person) over a period of around 8 months to assess the tourism products and services in place in the territory. The purpose was to identify the constraints and challenges faced by tourism and to carry out a prospective analysis of competitiveness strategies. Opinions were thus gathered, organized and consolidated in three rounds. In terms of practical contributions, this study gives the relevant organizations (bodies, companies and associations) an understanding of tourism demand related to this territory and a systematic exploration of the views of the agents and local, sub-regional and regional interest groups about the tourism products and resources, as well as the strategies to appraise them. The study sees the territory as an area of collective action, and so collaboration, partnerships, and networks in tourism are assessed, and the strategies best suited to strengthening them and to enhancing and promoting tourism destinations are critically considered. Strategies to (re)invigorate tourist amenities and boost demand are indicated. The lines of action and priorities for action to be adopted by decision makers in the realm of territory and tourism are proposed for the medium and long term. Decisions and actions that should compose any strategy/strategies and that are highly important to developing the territory, furthering tourism and fostering the competitiveness of destinations are discussed. This research thus sets out to cultivate a management of tourism that sees it as an important economic activity, endeavours to see it as a whole and advocates a systematic analysis of its components. This study postulates that the efficiency of the tourism system presumes a resilient strategic management that prioritizes sustainability, quality, innovation and competitiveness. It further upholds the need for a management that is more engaged, that values cooperation and collaboration between agents and interest groups, that envisages the creation of scenarios and that considers future potential.
Description: Tese de doutoramento em Turismo, Lazer e Cultura, ramo de Turismo e Desenvolvimento, apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/24446
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FLUC Geografia - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 1

1,957
checked on Jun 17, 2019

Download(s) 10

1,005
checked on Jun 17, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.