Title: Time Perspective Stability: Studies with an Multidimensional Model in the University Context
Authors: Ortuño, Victor Eduardo Cabrita 
Orientador: Paixão, Maria Paula
Janeiro, Isabel
Keywords: Perspectiva temporal;Estabilidade;Temporalidade subjetiva;Time perspective;Stability;Subjective time
Issue Date: 28-Mar-2014
Citation: ORTUÑO, Victor Eduardo Cabrita - Time perspective stability : studies with an multidimensional model in the university context. Coimbra : [s.n.], 2014. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/24324
Abstract: As noções individuais e subjetivas acerca do tempo representam um vasto e importante tópico com fortes implicações no entendimento acerca do comportamento humano, e constituem um pilar para diversos processos cognitivos fundamentais, permeando ainda o todo o processo percetivo. De entre as diferentes noções acerca do tempo, há uma que tem conseguido um extraordinário destaque nas décadas recentes e que é denominada de Perspetiva Temporal. Este constructo tem sido considerado por muitos anos uma pedra angular no domínio motivacional, mais especificamente no contexto escolar, e principalmente através da sua dimensão de futuro ou Perspetiva Temporal de Futuro. Recentes desenvolvimentos tanto a nível teórico como empírico têm demostrado a importância da Perspetiva Temporal num amplo conjunto de comportamentos e cognições. No entanto, ainda que este conceito tenha sido validado empiricamente por diversos autores, em diversos países e com diferentes metodologias, continua a persisitir uma lacuna relativamente ao conhecimento dos fatores externos que afetam a estabilidade da Perspetiva Temporal como um processo cognitivo global. No presente trabalho pretendemos abordar a estrutura fatorial da Perspetiva Temporal com a proposta de um modelo integrativo que combina o modelo de cinco dimensões de Zimbardo & Boyd (1999), o Futuro Transcendental (Boyd & Zimbardo, 1997) e a noção indiretamente referida por Lewin (1965) de Futuro Negativo. A validade preditiva e concetual deste modelo foi testada através do método de Modelação de Equações Estruturais, tendo sido demostrado o importante poder preditivo da Perspetiva Temporal em traços psicológicos tais como a Consideração das Consequências Futuras ou a Autoestima. Neste trabalho também foi a nossa intenção esclarecer a problemática relacionada com a estabilidade da Perspetiva Temporal, a qual foi verificada através de dois estudos nos quais se tentou responder às seguintes questões: i) quais são as diferenças na Perspetiva Temporal dos participantes quando medidas em dois contextos diferentes e ii) quais são as diferenças na Perspetiva Temporal dos participantes um ano depois da primeira avaliação. Por outras palavras, interessou-nos explorar a estabilidade temporal e contextual da Perspetiva Temporal. Os resultados obtidos permitem-nos sugerir que o contexto presente tem pouco ou nenhum efeito na Perspetiva Temporal, já que não foram verificadas fortes diferenças entre as avaliações feitas no contexto escolar e no contexto de casa. Relativamente à estabilidade temporal da Perspetiva Temporal, os resultados permitem-nos considerar que ela se apresenta como um construto relativamente estável, já que não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas em nenhuma das suas dimensões.
The individual’s subjective notions about time represent a vast and relevant topic with strong implications not only for the understanding of human behaviour but also because they function as the backbone for critical cognitive processes and permeate the objects perceptive process. Amongst these very unique and individual notions there is one that has gained tremendous prominence in recent decades and which is called Time Perspective. This construct has been considered for many years as a keystone in the motivational domain, more specifically in the school context and through its future frame or Future Time Perspective. Recent theoretical and empirical developments have also demonstrated the importance of Time Perspective in a wide array of behaviours and cognitions. Yet, although empirically validated by several authors, in different countries and with different methodologies, there is still a lack of information about which external influences affect the stability of Time Perspective as a cognitive process. In the present work we intend to address the factor structure of Time Perspective with the development of an integrative model of Time Perspective, which combines Zimbardo & Boyd’s (1999) 5-dimension model, the Transcendental Future (Boyd & Zimbardo, 1997) and the notion indirectly referred to by Lewin (1965) of Future Negative. This model’s predictive and conceptual validity is tested through a series of studies using Structural Equation Modelling in which Time Perspective appears as an important predictor of several well-known psychological traits such as Consideration of Future Consequences or Self-Esteem. In the present study we also intended to shed light on the issue of Time Perspective stability, testing it through two studies which intend to clarify: i) what are the differences observed in the individuals’ Time Perspective when assessed in two different contexts and ii) what the differences observed in Time Perspective after a one-year time period. In other words we intend to explore Time Perspective’s contextual and temporal stability. The obtained results suggest that context has little or no effect on Time Perspective, since no strong differences were found between the assessments in the college and the home context. Regarding the temporal stability of Time Perspective, the results allow us to consider that in a one-year period Time Perspective is a quite stable construct, since there were no significant differences in any of its dimensions.
Description: Tese de doutoramento em Psicologia, na especialidade de Motivação e Personalidade, apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/24324
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Time Perspective Stability.pdf7.2 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.