Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/23993
Title: Património e Cidadania: dos vestígios arqueológicos à ação pedagógica
Authors: Ferreira, Ana Paula Ramos 
Orientador: Encarnação, José d'
Keywords: Património arqueológico; Cidadania
Issue Date: 14-Apr-2014
Citation: FERREIRA, Ana Paula Ramos - Património e cidadania: dos vestígios arqueológicos à ação pedagógica. Coimbra : [s.n.], 2013. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/23993
Abstract: A articulação entre cidadania e património é fundamental para a sensibilização do indivíduo para o património. Neste sentido, têm os educadores um papel fundamental na ação junto das crianças. Daí a abordagem deste tema no universo da Escola, pois aqui não está só em causa o conhecimento, mas também a preparação da participação ativa do cidadão na vida em comunidade. A responsabilidade do professor de História é, nesta matéria, relevante. Ele é determinante na construção da consciência histórica dos futuros cidadãos: deverá levá-los a perceber que fizeram parte da História e a podem influenciar. Procurou-se assim, por um lado, mostrar as potencialidades do património arqueológico romano como instrumento didático no Ensino Básico, no âmbito da História, e, por outro, olhar para a Antiguidade Clássica como importante referência cultural através de testemunhos arqueológicos. Uma vez que o passado não se conhece diretamente, mas por intermédio de sinais que se analisam com o recurso a metodologia concreta e discursos rigorosos e coerentes, o contacto com a ruína ou com o objeto permite ao aluno, ele próprio, reconstruir esse processo, verificando que a História é “criação” e não “invenção” ou “ficção”, como muitas vezes se divulga entre os alunos, professores e profissionais de outras áreas científicas. A presença da fonte permite validar a informação histórica. Esta é uma área que abrange grande multiplicidade de temas, que permite integrar o jovem no mundo pela compreensão das heranças comuns dentro das diversidades culturais. É, assim, nosso objetivo demonstrar que o património arqueológico deve fazer parte dos instrumentos que a educação tem de fornecer aos jovens para lhes permitir compreender o mundo em que estão inseridos. Na consecução deste objetivo e tendo por base o exemplo das ruínas de Conimbriga e as do Rabaçal, analisou-se o conteúdo dos manuais escolares no sentido de verificar que tipo de aproveitamento e de sugestões é feito em termos de património arqueológico. Os manuais escolares, embora não sendo os únicos recursos, têm um papel central nas aulas de História, a informação histórica neles contida, até porque “oficial”, é determinante na visão que os alunos têm dos factos. Olhou-se também para a imprensa local, de Condeixa e de Penela, onde se procurou verificar o impacto, nas populações locais, da presença de património arqueológico. Face aos desafios que o processo de globalização em curso põe, procurou-se apresentar, ao nível da Arqueologia, um contributo para as mudanças qualitativas, dando resposta aos imperativos de integração mundial e às necessidades específicas das comunidades locais com uma herança própria, que lhes permita construir a sua identidade. Afinal, criar entre o Homem e aquilo que o rodeia novas relações que sejam fontes de educação.
The connection between citizenship heritage is fundamental to raise individual awareness to heritage. In this sense educators have an essential role in their action with children. That was the reason why the school field was choosen to make the approach of this theme. It is considered that what is at stake is not only acquiring knowledge, but also the education of the individual to become an active participant citizen in the life of the community. The responsability of the History teacher is crucial in this matter. He has a determinant role in the building of the historical awareness of the future citizens: he can lead them to realize that they were part of History and they influence the role of events in the future. In this essay we tried, on one hand, to show the potencial of Roman archeological heritage as a didatic instrument in History in the Basic Education (first nine years in the Portuguese school system), and, on the other hand, look at the Golden Age as an important cultural reference by using archeological evidence. Since the Past is not known in a direct way, but through analysis and interpretation of signs recurring to an objective methodology and to an accurate and coherent discourse, the direct contact of the student with the ruins or the relics allows him to rebuild that process himself. In achieving this objective and based on the ruins of Conimbriga and Rabaçal, several students’ books were analysed to verify the approach and suggestions regarding archeological heritage. The local press of Condeixa and Penela was also examined to ascertain the impact of the presence of archeological heritage in the local population. Given the challenges of the current globalization process, we tried to present on what Archeology is concerned, a contribute to qualitative changes in local communities and education, responding simultaneously to the imperatives of global integration and to the specific needs of those communities with a very own heritage, that allows them to build their own identity. Eventually, creating between Man and what surrounds him new relations that can be used as sources of education.
Description: Tese de doutoramento em Arqueologia apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/23993
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Arqueologia - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
tese final Arq..pdf8.73 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

378
checked on Sep 28, 2020

Download(s) 20

922
checked on Sep 28, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.