Title: Seleção desportiva no basquetebol : estudo comparativo de jovens basquetebolistas entre os 14 e 16 anos
Authors: Pimenta, Ricardo Milheiro 
Keywords: Basquetebol;Jovens basquetebolistas
Issue Date: 2012
Abstract: Objetivo: comparação do perfil de atletas de basquetebol da seleção nacional sub-16 do sexo masculino, com atletas de nível local, nas medidas de preparação desportiva, maturação, tamanho e composição corporal, somatotipologia, capacidades funcionais e orientação para a realização de objetivos. Metodologia: Foram observados 42 atletas de basquetebol (26 de elite e 16 de nível local) com 14-16 anos de idade. Consideraram-se variáveis morfológicas (massa corporal, estatura e informação somática necessária à determinação do somatótipo), recorrendo-se também à pletismografia, maturação (maturity offset, percentagem da estatura matura predita, pico de velocidade de crescimento), quantidade de prática anual e experiência desportiva (número de anos de prática federada da modalidade). Na avaliação do desempenho aeróbio foi utilizado o Yo-Yo intermittent test level 2, no desempenho anaeróbio foi utilizado o teste dos 7 sprints. Para a avaliação explosiva dos membros inferiores foram usados os testes Squat Jump e Counter-Movement Jump. Para a aferição da orientação de objetivos para a tarefa ou para o ego foi usado o questionário TEOSQ. A análise de dados considerou a estatística descritiva. A caracterização da amostra pela estatística descritiva foi feita através de parâmetros de medida de tendência central (média) e de dispersão (desvio padrão). O teste Kolmogorov-Smirnov foi usado para verificar a normalidade das variáveis em estudo. Recorreu-se à estatística inferencial paramétrica (teste t de student) para a análise da variância associada ao nível competitivo, nas medidas de preparação desportiva, maturação, tamanho e composição corporal, somatotipologia, capacidades funcionais e orientação para a realização de objetivos. A magnitude do efeito da correlação (ES-r) foi estimada através da raiz quadrada do rácio do valor de t ao quadrado e a diferença entre o valor t ao quadrado e os graus de liberdade. O nível de significância foi mantido em 5%. Resultados: Verificámos que todos os atletas desta amostra já atingiram o pico de velocidade de crescimento. A análise da variância, efectuada para as categorias, que compreende o estatuto de elite ou local. Para os atletas de elite verificámos diferenças estatisticamente significativas para a massa corporal (p<0.05), estatura (p<0.01), volume corporal (p<0.01), volume torácico (p<0.05), massa isenta de gordura (p<0.01). Os atletas de elite também apresentam melhor capacidade anaeróbia (somatório de 7 sprints (p<0.01) e taxa de decréscimo (p<0.01)) e maior força explosiva dos membros inferiores (Squat Jump (p<0.05) e Counter-Movement Jump (p<0.01)). No parâmetro da somatotipologia observámos que a nível local existem mais atletas do tipo endomorfo revelando diferenças estatisticamente significativas (p<0.05), o que de qualquer modo mostra melhores resultados para o grupo de elite neste campo. Conclusões: Os basquetebolistas de elite distinguem-se dos seus pares nas variáveis de maturação somática, experiência desportiva, tamanho corporal, capacidade anaeróbia e na força explosiva dos membros inferiores.
Description: Dissertação de mestrado em Treino Desportivo para Crianças e Jovens, apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/22092
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Pimenta_Msc_Versão_Final.pdf470.24 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.