Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/21538
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCrespo, Carla-
dc.contributor.advisorCanavarro, Maria Cristina-
dc.contributor.authorFrontini, Roberta-
dc.date.accessioned2013-01-30T12:33:47Z-
dc.date.available2013-01-30T12:33:47Z-
dc.date.issued2012-02-
dc.identifier.issn1056-263X-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/21538-
dc.description.abstractA investigação recente tem mostrado um interesse crescente na avaliação da Qualidade de Vida (QdV) em crianças e adolescentes com condições crónicas de saúde, como uma medida de percepção subjectiva de saúde. No entanto, a QdV na população pediátrica com paralisia cerebral (PC) foi ainda pouco estudada, com escassas pesquisas a avaliar a QdV e as suas associações com outras variáveis psicológicas. A presente investigação analisou auto-relatos de Qualidade de Vida Relacionada com a Saúde (QdVRS) em 64 crianças e adolescentes com PC. Os resultados mostraram que uma maior QdVRS (genérica e específica para condições crónicas de saúde) se encontrava significativamente relacionada com níveis mais baixos de sintomas psicopatológicos, níveis mais elevados de comportamento prósocial e uma menor necessidade de actividades sociais. O género moderou a relação entre comportamento pró-social e QdVRS (específica para condições crónicas de saúde), que foi significativa para o género feminino, mas não para o masculino. Para as raparigas, mas não para os rapazes, níveis mais elevados de comportamento pró-social estavam relacionados com níveis mais elevados de QdVRS. Finalmente, a necessidade de actividades sociais mediou as associações entre sintomas psicopatológicos e QdVRS. Crianças e adolescentes com PC e com níveis mais elevados de sintomas psicopatológicos apresentavam uma maior necessidde em integrar actividades sociais, o que por sua vez se associava a uma avaliação mais negativa da sua QdVRS.por
dc.language.isoengpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectParalisia Cerebralpor
dc.subjectQualidade de Vidapor
dc.subjectSintomas Psicopatológicospor
dc.subjectComportamento Pró-socialpor
dc.subjectNecessidade de Actividades Sociaispor
dc.titleQuality of Life and its Correlates in Children with Cerebral Palsy: An Exploratory Studypor
dc.typemasterThesispor
degois.publication.firstPage181por
degois.publication.lastPage196por
degois.publication.issue2por
degois.publication.titleJournal of Developmental and Physical Disabilitiespor
dc.relation.publisherversionhttp://rd.springer.com/article/10.1007/s10882-011-9265-xpor
dc.peerreviewedYespor
dc.identifier.doi10.1007/s10882-011-9265-x-
degois.publication.volume24por
item.languageiso639-1en-
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
crisitem.advisor.researchunitCenter for Research in Neuropsychology and Cognitive Behavioral Intervention-
crisitem.advisor.orcid0000-0002-5083-7322-
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Roberta_Frontini.pdf514.34 kBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

SCOPUSTM   
Citations

3
checked on Feb 18, 2020

WEB OF SCIENCETM
Citations 10

1
checked on Nov 2, 2021

Page view(s) 20

630
checked on Nov 30, 2021

Download(s)

196
checked on Nov 30, 2021

Google ScholarTM

Check

Altmetric

Altmetric


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.