Title: Adaptação à Deficiência e Funcionalidade para o Trabalho - Implicações no comportamento de procura de emprego
Authors: Fernandes, Célia Maria Castanheira 
Orientador: Albuquerque, Maria Cristina Petrucci de Almeida
Keywords: Deficiência;Deficiência neuromusculoesquelética adquirida;Funcionalidade para o trabalho;Inventário de avaliação funcional;Escala de adaptação à deficiência
Issue Date: 13-Jun-2012
Citation: FERNANDES, Célia Maria Castanheira - Adaptação à deficiência e funcionalidade para o trabalho : implicações no comportamento de procura de emprego. Coimbra : [s.n.], 2011. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/20304
Abstract: O presente trabalho inicia-se com a revisão e análise crítica da literatura relativa aos conceitos de deficiência e de deficiência neuromusculoesquelética adquirida; à caracterização do emprego de pessoas com deficiência, considerando a influência de factores legais e outros internos e externos à pessoa, como a visibilidade da deficiência e o suporte social; ao conceito de adaptação à deficiência e respectivos modelos explicativos, a par de outros factores condicionantes e, finalmente, aos conceitos de funcionalidade e de funcionalidade para o trabalho e respectivos meios de avaliação. É desenvolvido um primeiro conjunto de estudos empíricos visando a tradução, a adaptação e a análise das características psicométricas de instrumentos de avaliação da adaptação à deficiência e da funcionalidade para o trabalho (dimensões cuja relação com o comportamento de procura de emprego se estuda posteriormente), face à constatação da sua inexistência no plano nacional: EAD-R (Escala de Adaptação à Deficiência-Revista, Groomes & Linkowski, 2007), IAF (Inventário de Avaliação Funcional, Crewe & Athelstan, 1984) e QCP (Questionário de Competências Pessoais, Crewe & Athelstan, 1984). O processo de adaptação foi realizado de acordo com as directrizes internacionais e implicou, no caso do IAF e do QCP, diversos tipos de ajustamento em termos da estrutura dos instrumentos, bem como do conteúdo dos itens. Os estudos realizados, com amostras de 55 técnicos (avaliações relativas a 213 pessoas com deficiência, no IAF), 309 (no QCP) e 316 (na EAD-R) sujeitos com deficiência e incapacidades diversas (excepto intelectual e auditiva), apontaram as adequadas qualidades psicométricas dos instrumentos no que concerne à validade de constructo, à validade relativa a critérios externos (por ex., grupos contrastantes), à consistência interna e à estabilidade temporal dos resultados, viabilizando-se a utilização futura destes instrumentos em Portugal. O segundo estudo empírico tem por objectivo estudar o papel preditor da adaptação psicológica à deficiência, da funcionalidade para o trabalho, da visibilidade da deficiência e da satisfação com o suporte social no comportamento de procura activa de emprego de pessoas com deficiência neuromusculoesquelética adquirida. Para tal, foi recolhida a participação de 96 sujeitos com deficiência neuromusculoesquelética adquirida e seus respectivos técnicos de reabilitação, em contexto de organizações de reabilitação, formação profissional e apoio ao emprego. Destes, 25, ainda que auto-identificando-se como desempregados, não reportaram qualquer comportamento de procura de emprego, pelo que as análises de regressão desenvolvidas foram sustentadas em amostras de 71 técnicos e 71 sujeitos. Os resultados obtidos confirmam, parcialmente, a hipótese de estudo colocada: a funcionalidade para o trabalho avaliada pelos técnicos mostrou-se preditora do comportamento de procura de emprego, mas a adaptação à deficiência, a funcionalidade para o trabalho avaliada pelos sujeitos com deficiência, a visibilidade da deficiência e a satisfação com o suporte social não se revelaram suas preditoras. A comparação desta amostra de 71 sujeitos com o outro grupo de 25 participantes possibilitou a realização de análises complementares de regressão, verificando-se que o tempo de aquisição da deficiência é preditor do comportamento de procura de emprego. Constatou-se também que o nível de funcionalidade avaliado pelos técnicos é preditor do desenvolvimento de processos de adaptação psicológica à deficiência, estando esta última variável significativamente correlacionada com a funcionalidade para o trabalho avaliada pelos sujeitos com deficiência e incapacidade e com a sua percepção de satisfação com o suporte social de que dispõem. A finalizar, discutem-se as implicações dos resultados obtidos nos processos de reabilitação e de apoio à inserção profissional de pessoas com deficiência neuromusculoesquelética adquirida, nomeadamente no que concerne à introdução de novas dimensões de avaliação e intervenção.
This thesis begins with a literature review and critical analysis about the concepts of disability and acquired neuromusculoskeletal disability; the characterization of the employment of people with disabilities, considering the influence of legal and other factors internal and external to the person, such as the visibility of disability and the social support; the concept of adaptation to disability and comprehensive models of adaptation, along with other conditioning factors; and finally the concepts of functional capacity and work functional capacity and ways of evaluating both. We developed a first group of empirical studies aimed at translating, adapting and analyzing the psychometric qualities of assessment instruments of adaptation to disability and work functional capacity (dimensions whose relation to job search behavior will be studied later), due to its nonexistence in Portugal: ADS-R (Adaptation to Disability Scale-Revised, Groomes & Linkowski, 2007), FAI (Functional Assessment Inventory, Crewe & Athelstan, 1984) and PCQ (Personal Capacities Questionnaire, Crewe & Athelstan, 1984). The adaptation process was conducted in accordance with international guidelines and involved, in the case of the FAI and the PCQ, various types of adjustment in terms of the structure of the instruments, and items content. Studies on samples of 55 technicians (corresponding to 213 assessments of people with disabilities in the FAI), 309 (in the PCQ) and 316 (in the ADS-R) subjects with various disabilities (except intellectual and hearing disabilities), pointed out the adequate psychometric qualities of the instruments in what concerns the construct validity, the criterionrelated validity (e.g., contrasting groups), internal consistency and temporal stability of the results, thus enabling the future use of these instruments in Portugal. The second empirical study aims to study the predictor role of psychological adaptation to disability, work functional capacity, disability visibility and satisfaction with social support on active job search behavior of people with acquired neuromusculoskeletal disabilities. We collected the participation of 96 subjects with acquired neuromusculoskeletal disabilities and their rehabilitation technicians in organizations working in the rehabilitation, vocational training and employment fields. Among them, 25, although self-identifying themselves as unemployed, reported no job-seeking behavior, so the regression analysis were developed in samples of 71 technicians and 71 subjects. The results partly confirm the hypothesis of the study: work functional capacity evaluated by technicians proved to be a predictor of job search behavior, but adaptation to disability, work functional capacity evaluated by the subjects with disabilities, disability visibility and satisfaction with social support didn´t. Comparing this sample of 71 subjects with the other group of 25 participants enabled the development of complementary regression analysis, that showed that disability acquisition time is a predictor of job search behavior. It was also found that the level of work functional capacity evaluated by technicians predicts the development of psychological adaptation to disability, and that the latter variable correlates significantly with the work functional capacity evaluated by the subjects with disabilities and their perceptions of satisfaction with the available social support. To conclude, we discuss the results implications in the process of rehabilitation and support to employment of people with acquired neuromusculoskeletal disabilities, particularly regarding the introduction of new assessment and intervention dimensions.
Description: Tese de doutoramento em Psicologia, na especialidade de Reabilitação, apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/20304
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Celia Fernandes_Final_Com Anexos.pdf25.45 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.