Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/1603
Title: Regulação de canais de Ca2+ e receptores membranares por isoformas da proteína cinase C em células cromafins.
Authors: Sena, Cristina Maria Tristão 
Orientador: Rosário, Luís Manuel de Oliveira Martinho do
Keywords: Biofísica Celular; Bioquímica
Issue Date: 14-Jan-2000
Citation: Regulação de canais de Ca2+ e receptores membranares por isoformas da proteína cinase C em células cromafins. Coimbra: [s.n.], 2000.
Abstract: As células cromafins da medula adrenal segregam catecolaminas, neuropéptidos e outras substâncias em resposta a estimulação do nervo esplâncnico. Canais de Ca2+ sensíveis à voltagem (VSCCs) são sujeitos a regulação por processos de fosforilação mediados por várias cinases incluindo a proteína cinase C (PKC). O principal objectivo deste trabalho consistiu em identificar e caracterizar as isoformas da PKC presentes nas células cromafins, determinar os VSCCs sensíveis à PKC e determinar as isoformas eventualmente envolvidas na regulação dos canais por processos de fosforilação mediados pela PKC. Immunoblots de extractos celulares detectaram a presença de quatro isoformas da PKC: PKC- a, e, z e i. A caracterização dos padrões cinéticos, de down-regulation (após tratamento prolongado com ésteres de forbol) e translocação do citossol para a membrana (exposições relativamente breves) destas isoformas foi utilizado para determinar a especificidade de isoformas envolvida na regulação de VSCCs/receptores por processos de fosforilação mediados pela PKC. Os ésteres de forbol inibem VSCCs em células cromafins. Este efeito é mediado por mecanismos que envolvem a activação da PKC e parecem envolver preferencialmente o canal de Ca2+ do tipo L. Activadores e inibidores selectivos da PKC foram utilizados para investigar o envolvimento das diferentes isoformas da PKC na modulação dos VSCCs. As correntes de Ca2+ foram registadas por patch-clamp (configuração whole-cell). A inibição das correntes de Ca2+ induzida por PDBu foi revertida pelo inibidor específico da PKC Ro 31-8220 (10 µM) mas não foi afectada por Gö 6976 (10 µM), um inibidor selectivo das cPKC (PKC clássicas: PKC-a nestas células cromafins). A inibição dos VSCCs pela PKC é especificamente mediada pela PKC-e. As diferentes isoformas da PKC poderão ter um papel muito importante na regulação de processo neuronais que envolvem neurotransmissores inibitórios. Diferentes receptores acoplados a fosfolipase C são diferencialmente regulados pelas isoformas da PKC, em células cromafins de bovino. Assim, a PKC-e regula resposta mediadas pelo receptor B2 de bradiquinina. Em contraste, respostas mediadas pelo receptor H1 de histamina são reguladas pela PKC-a.
Description: Tese de doutoramento em Bioquímica (Biofísica Celular) apresentada à Fac. de Ciências e Tecnologia da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/1603
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s)

93
checked on Oct 20, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.