Title: Biopsia hepática - evolução numa casuística recente
Other Titles: Liver biopsy – evolution in recent cases
Authors: Devesa, Nuno 
Guimarães, Joana 
Carrola, Paulo 
Reis, Rita 
Dias, Patrícia 
Parente, Francisco 
Lourenço, Alberto 
Alexandrino, Mário Borges 
Moura, José Júlio 
Keywords: Biopsia hepática;Procedimento no doente ambulatório
Issue Date: Sep-2003
Publisher: Sociedade Portuguesa de Medicina Interna
Citation: Medicina Interna. 10:3 (2003) 137-142
Abstract: Os A.A. estudaram os resultados das biopsias hepáticas efectuadas no seu Serviço, com o objectivo de avaliar a evolução da prática relacionada com a sua realização. Identificaram as biopsias hepáticas realizadas nos Serviços de Medicina II, desde 1989 a 2001, na base de dados do Hospital, através da pesquisa no procedimento 50.11 (CID-9). Obtiveram assim um total de 610 biopsias no período considerado. Avaliaram com mais pormenor duas populações, uma constituída pelos episódios de 1991/ 1992 (n=66) – grupo A, confrontando-a com a de 2000/2001 (n=106) - grupo B. Após o levantamento dos processos clínicos, consideraram para estudo 48 doentes no grupo A (72,7 %) e 85 no grupo B (80,2 %), sendo os restantes excluídos por insuficiência de dados. Nestes grupos foram avaliados vários parâmetros clínicos e laboratoriais, sendo efectuadas comparações entre os grupos. Dos resultados, os A.A. destacam e comentam o aumento significativo de biopsias programadas em relação às executadas em doentes já internados, no grupo mais recente, e um maior número total e percentual de casos em que se optou pela alta no dia da execução do exame. O advento da radiologia de intervenção também se fez sentir neste trabalho, pela realização de biopsias guiadas por tomografia axial computorizada (TAC) em 12 % dos casos no segundo grupo, técnica inexistente no primeiro. Nas indicações, houve diminuição do peso da avaliação para diagnóstico/estadiamento de doença hepática alcoólica, enquanto se verificou aumento das biopsias para avaliação de alterações isoladas dos enzimas hepáticos, de massas hepáticas e no contexto do pré e pós-transplante hepático. Como diagnósticos estabelecidos com a ajuda desta técnica, destacamos a prevalência da esteato-hepatite não alcoólica no grupo mais recente.
The A.A. analysed the results of liver biopsies performed in their Services, with the purpose of evaluating the evolution of the practice related to the performance of the diagnostic procedure. The liver biopsies performed in the Medicina 2 Services, from 1989 to 2001, were analysed. The procedure was identified in the Hospital data base using the code 50.11 (CID-9). There were 610 liver biopsies registered during the study period. Two populations were evaluated in greater detail. One comprising the cases from 1991/1992 (n=66) – group A -, comparing it with the second group from 2000/2001 (n=106) – group B. Several clinical and laboratorial parameters were analyzed in 48 patients in group A (72, 7 %) and 85 in group B (80, 2 %). From the results obtained, the authors point out and comment on the significant rise in programmed liver biopsies compared to those performed in inpatients, in the most recent group(B) and a larger number of cases that were discharged the same day of the procedure. The advent of interventional radiology was also noted in this paper; the performance of CAT scan guided liver biopsies in 12 % of the episodes in group B, as compared to none in group A. Where indications were respected, there were less procedures for diagnosis / staging of alcoholic liver disease and more to evaluate isolated altered liver enzymes, liver masses and control of pre and post hepatic transplant. From the diagnosis established with the aid of this technique, the authors highlight the prevalence of non alcoholic steatohepatitis in the most recent group.
URI: http://hdl.handle.net/10316/11827
ISSN: 0872-671X
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Biopsia hepática.pdf171.69 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.