Title: Caracterização da Aptidão Física de Idosos do Distrito de Leiria: Estudo em Idosos com Idades Compreendidas entre os 65 e 95 Anos
Authors: Campo, Victor Hugo Susavila 
Orientador: Ferreira, José Pedro Leitão
Gomes, António Carlos
Keywords: Idosos;Qualidade de vida;População idosa;Estilos de vida;Aptidão física
Issue Date: 2008
Abstract: O presente trabalho foi realizado no âmbito do 4o ano da Licenciatura em Educação Física da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra, subordinado ao tema: “Caracterização da Aptidão Física de Idosos do Distrito de Leiria: Estudo em idosos com idades compreendidas entre 65 e 95 anos”. Os objectivos do presente estudo consistem em: a) Descrever e comparar o nível de aptidão física dos indivíduos, diferenciando os resultados consoante o género; b) Determinar quais as componentes da aptidão física mais afectadas pela idade e género; c) Comparar os resultados obtidos nos testes realizados com os valores de referência de Rikli & Jones (2001). Para a realização desta pesquisa, foi seleccionada uma amostra de 101 idosos, 71 mulheres e 30 homens, com idades compreendidas entre os 65 e os 95 anos, residentes no Distrito de Leiria. Efectuaram-se as medições do peso, da altura, do perímetro abdominal e calculou-se o Índice Massa Corporal. O perfil da aptidão física foi determinado através da bateria de testes “Functional Fitness Test” de Rikli & Jones (2001). Para o tratamento dos dados recorreu-se à estatística descritiva e inferencial, usando o teste “T” de Student para analisar diferenças significativas. Os principais resultados e conclusões foram os seguintes: (1) Não existem diferenças estatisticamente significativas quanto ao género, em nenhum dos testes de aptidão física realizados; (2) Há diferenças estatisticamente significativas entre os escalões etários de 80-84 anos e 85-89 anos para o teste “Levantar e Sentar”, que verifica a componente de força dos Membros Inferiores; (3) Há diferenças estatisticamente significativas entre os escalões etários de 75-79 anos e 80-84 anos para o teste “Alcançar atrás das costas”, que verifica a componente de flexibilidade dos Membros Superiores; (4) Não existem diferenças significativas entre outros escalões etários nos restantes testes realizados.
URI: http://hdl.handle.net/10316/10680
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.